Mar de lágrimas

Mar de lágrimas

O mar inundou
Meus olhos, ofuscou
Visão e mente
Com o vento agitado

O mar inundou
Meus olhos, perplexos
Misturam imagens
Minha pele escurece

O mar inundou
Meus olhos, confusos
Com os momentos vividos
Na realidade esquecidos

O mar inundou
Meus olhos, umedecidos
Igual vertentes, molhados
Querendo primícias

O mar inundou
Meus olhos, fechados
Desenhando encontro
Das ondas e lágrimas.

Luleal
30/01/2018DSCF7256

Os mais lidos:

Despertar poesia